Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A pressão dos Movimentos Sociais presente nas manifestações e carreatas realizadas nas últimas semanas e de políticos tanto da oposição como governistas no congresso nacional, levaram o governo a rever sua posição de não prorrogar o auxílio emergencial. Anteriormente o ministro da economia Paulo Guedes afirmou que o governo só poderia garantir R$ 200,00 e somente para metade dos que haviam recebido o auxilio ano passado.

Nesta quinta-feira 11.02 o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que a prorrogação do auxilio emergencial “está quase certa, ainda não sabemos o valor” e que a ajuda deve ser liberada por mais três ou quatro meses.

Existe na verdade mais dúvidas do que certezas referentes ao período que o benefício será estendido como também do valor a ser concedido.  No congresso tramitam propostas que definem o valor em R$ 800,00, 600,00 e até 300,00. E de ser estendido até final do ano de 2021.

A proposta oficial do governo para a renovação da ajuda ainda é desconhecida, mas empresários ligados a entidades como a Fiesp  já reagem negativamente à hipótese de uma nova despesa ser criada fora do teto de gastos e sem cortes de outros desembolsos como contrapartida.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?