Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

No alto da coxilha de uma fazenda, na localidade conhecida como Potreiro Grande, cidade de Sentinela do Sul, o Casarão chama atenção pela imponência.

Quem passa pela estrada que cruza em frente a propriedade não esconde a vontade de entrar pela porteira e se dirigir até a “casa assombrada” e confirmar se os relatos são verdadeiros.

Bolas de fogo, fantasmas e um tesouro enterrado desperta e instiga a curiosidade.

A casa foi construída no século XIX. Passou por vários donos. Hoje um empresário e produtor rural de sentinela do sul arrenda o local. Para plantar e criar gado. Porém não reside no local. Mora em outra propriedade nas proximidades.

Chegar no casarão vazio, ao final da tarde faz o coração disparar. Não havia ninguém no local. Nem o dono e tão pouco algum caseiro.

A porta principal estava trancada. Mas ao lado direito da casa, uma porta aberta é um convite ao inesperado.

Ao entrar e circular pelos espaços da casa, se tem uma sensação angustiante ao observar um sofá velho, como único móvel em uma sala de estar ampla, próximo a porta da entrada principal. Uma atmosfera densa envolve o local, aumentando a curiosidade e dando veracidade a fama do casarão assombrado.

São vários cômodos. Mais de vinte peças. Corredores e as salas amplas indicam o poder econômico de quem viveu na residência no século passado.

Segundo os vizinhos, vultos e fantasmas foram visto vagando pelos corredores. Portas que batem. Sons inaudíveis. São alguns dos relatos de antigos moradores do casarão.

O aparecimento de bolas de fogo, visto também pelos vizinhos que moram nas redondezas seriam indicadores de um tesouro enterrado no local.

A lenda é que um antigo proprietário havia enterrado um tesouro com ouro e prata em baixo de uma figueira. Tesouro nunca encontrado embora tenha sido escavado buracos ao redor de algumas árvores do pátio e no entorno da casa.

Após uma rápida circulada pelos cômodos e caminhada em volta da casa, se percebe que apesar da degradação do tempo, principalmente no madeiramento, o casarão imponente, mas do que histórias de assombrações é memória histórica da antiga Alto das Dores e região.

Campartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Leandro Terres Martins em

    Já está na hora das auroridades de Sentinela do Sul olharem para este casarão e o tombarem como patrimônio histórico do município. O local poderia servir como um centro cultural ou um museu, promovendo cultura e servindo como fonte de renda para o turismo da região.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?