Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Quem circula pelas ruas de Tapes pode observar um aumento na quantidade de placas de “Aluga-se” em frente a imóveis comerciais.

Principalmente na Av. Assis Brasil e nas ruas em torno da praça Rui Barbosa. Somente nestas ruas são mais de 38 salas e imóveis vazios a espera de um locador.

A crise que o país atravessa e a falta de uma política econômica que incentive o mercado interno, associado ao custo elevado para o aluguel de um imóvel no centro da cidade, são apontados como motivos que acarretam na diminuição da locação destas salas.

Para o presidente Associação Comercial e Industrial de Tapes – ACCITA, Mauro Dietrich, existem vários fatores que podem ocasionar essa situação.

O empresário destaca que várias destas salas são inapropriadas para se montar bons negócios. O aluguel é muito caro, não possuem estacionamento e se concentram somente na Av. Assis Brasil.

Assim tem tudo para não dar certo” diz Mauro Dietrich.

Acrescentando que o cenário econômico estagnado, tem levado muitos empreendedores arriscarem seus investimentos em centros maiores.

Perdemos muitas das nossas promessas como possíveis empreendedores porque procuram seu futuro fora de Tapes. Temos uma falta de emprego e logo , falta de renda.”

Para o presidente da Associação Comercial é necessário uma modernização urgente em vários setores da economia de Tapes.

Um defensor do desenvolvimento através de projetos que impulsionem o turismo, Dietrich afirma que a cidade precisa ficar mais atraente ao turista.

Ao concluir o dirigente lojista afirma que a equação é simples : sem emprego, as pessoas não têm dinheiro. E, sem dinheiro, não gastam. Sem confiança em se estabelecer, o empresário não tem coragem de investir, de alugar um espaço ou abrir empresa ou uma filial. Desta forma a economia da cidade acaba estagnada.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?