Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A decisão dos vereadores de aumentar os valores das diárias, repondo as perdas da inflação, gerou indignação em várias manifestações nas redes sociais.

A resolução 0001 / 2020 prevê aumento de 3,27 % nos valores das diárias da Câmara de Vereadores de Tapes. Segundo o projeto o objetivo é “corrigir” de acordo com a inflação do período.

Desta forma uma ida à Porto Alegre com um pernoite, o servidor da Câmara ou vereador, usará uma diária no valor de R$ 428,57.

Caso a ida à Porto Alegre for em um turno e sem pernoite, o valor será R$ 214,28.

Uma diária em viagem para Brasília passa a ter o valor de R$ 997,53.

A diária serve para custear a hospedagem, alimentação e deslocamento na cidade onde o vereador estaria cumprindo agenda. As passagens aéreas e deslocamentos de Tapes à Porto Alegre não estão incluídas.

Só para comparar, a mesma diária no Executivo, caso o prefeito ou um assessor da prefeitura viagem para Brasilia, custa apenas R$ 250,00.

Ou seja uma mesma ida à Brasília um vereador custa aos cofres públicos R$ 747,53 a mais que o prefeito ou um secretário. A diferença é muito grande e de difícil justificativa.

Nas redes sociais internautas tapenses se manifestaram cobrando os vereadores. Questionam a iniciativa de aumentar os valores das diárias em uma município onde faltam propostas que busquem gerar emprego e renda.

As opiniões foram quase unanime ao afirmar que os atuais vereadores atuam em benefício próprio e não pensam na comunidade que os elegeram.

Ano passado o Portal A Notícia publicou uma série de matérias denunciando o alto valor das diárias do legislativo tapense. Os maiores da região.

Na época a Resolução de Mesa 0001/2019 publicada em março pela Mesa Diretora da Câmara reajustou os valores das diárias em 4,05%.

Ao assumir a presidência da Câmara, ano passado, diante da pressão popular, o vereador Fabiano Dummer diminuiu os valores das diárias em torno de 30%. E reduziu as liberações de diárias para cursos e eventos.

Mesmo assim os valores destoavam com a realidade dos outros legislativos.

Com esse novo reajuste as diárias do legislativo tapense devem continuar como as mais caras de todas as Câmaras de Vereadores da região.

Nesta terça-feira o presidente da Câmara de Vereadores, Leonardo Petry, deverá conceder uma entrevista ao Portal A Notícia.

Compare os valores das diárias em várias Câmaras de Vereadores da região atualmente :

 

Câmara Municipal

Diária PoA

sem pernoite

Diária PoA

com pernoite

Diária para Brasília S/ Passagem aérea

Sentinela do Sul

R$ 105,20

R$ 168,22

R$ 504,66

Camaquã

R$ 99,01

R$ 268,74

R$ 565,81

Arambaré

R$ 85,00

R$ 245,00

R$ 450,00

Cerro Grande do Sul

R$ 50,00

R$ 200,00

R$ 400,00

Barra do Ribeiro

R$ 45,00

R$ 180,00

R$ 300,00

Tapes

R$ 214,28

R$ R$ 428,57

R$ 997,53

* Algumas Câmaras ainda não realizaram seus reajustes que devem no máximo repor a inflação do período 4,31%. Caso do legislativo de Camaquã que fará seus reajuste em abril. O que não deve mudar significativamente o quadro atual.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?