Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Os profissionais de saúde constituem um grupo de risco para a Covid-19 por estarem expostos diretamente aos pacientes infectados, o que faz com que recebam uma alta carga viral (milhões de partículas de vírus). Além disso, estão submetidos a enorme estresse ao atender esses pacientes, muitos em situação grave, em condições de trabalho, frequentemente, inadequadas.

No Hospital Nossa Senhora Aparecida, de Camaquã, em torno de 10% dos funcionários estão doentes.

A informação foi divulgada pelo diretor técnico da instituição, Tiago Bonilha durante entrevista realizada pela rádio Acústica FM na manhã desta quarta-feira 29.07.

O gestor admitiu que o número é alto, mas ressalta que a média de infectados entre profissionais de saúde no Brasil é maior, ficando entre 15% e 20%.

No hospital Nossa Senhora Aparecida tem 400 funcionários, a porcentagem de 10% representa um adoecimento de cerca de 40 funcionários.

De acordo com Bonilha, o funcionário que apresenta sintomas gripais é afastado e testado para Coronavírus. Caso o funcionário seja positivado, toda a ala em que ele trabalha é testada para a covid-19.

Com informações Acústica FM

 

 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?