Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A divulgação da lista de beneficiados pelo auxílio emergencial em Sentinela do Sul também gerou indignação na população.

Foi identificado entre os beneficiados, várias pessoas que possuem situação financeira que não se enquadrariam nos critérios.

O Portal da Transparência do Governo Federal, mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), disponibilizou, na última semana, a lista de beneficiários do auxílio emergencial, com os respectivos pagamentos das parcelas.

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Segundo o Portal da Transparência em Sentinela do Sul 1.200 pessoas acessaram o recurso. No total foi repassado R$ 832.200,00.

Assim como em Tapes vários nomes que constam na listagem não se encaixam nos critérios definidos pelo governo para receberam o auxílio.

São pessoas que possuem renda, circulam com carros de luxo na cidade, casadas com políticos, fazendeiros ou empresários. Também foram encontrados proprietários e proprietárias de estabelecimentos comerciais. Esposas de políticos, omitindo que são mães solteiras, o que comprovadamente não são, filhos de fazendeiros ou de comerciantes e esposas de aposentados de estatais que tem renda acima de R$ 10 mil reais.

Seria o caso de um empresário que tem renda oriunda de locação de imóveis e a esposa seria professora. Também foi identificado comerciantes e filhos de comerciantes de revenda de veículos e agropecuária. Vários filhos de produtores rurais plantadores de arroz. Até um comerciante de gado e ovelhas estava na lista. Além de pessoas que tem emprego e não se encaixariam nos critérios.

Estes casos causaram indignação na população de Sentinela do Sul, no entanto os mais comentados nas redes sociais e muito criticados, foram os familiares de políticos. Filho e esposas de três vereadores da cidade estariam na lista dos beneficiados. Um inclusive além de vereador seria servidor da prefeitura.

objetivo da concessão do benefício é proteger pessoas em situação de vulnerabilidade social, como trabalhadores informais e de baixa renda — além de reduzir os impactos econômicos das medidas de combate ao coronavírus.

Não há dúvidas de que estamos vivendo em um cenário inédito e preocupante no que diz respeito à sobrevivência das pessoas e falta de investimento na Política de Assistência Social. Mas não se justifica que pessoas de padrão elevado geralmente de classe média, se oportunizarem desta situação para embolsar estes recursos.

No site do governo são citados como critérios para receber este recursos, ter mais de 18 anos e não estar recebendo benefícios previdenciários ou seguro-desemprego. Para ter direito à assistência, há ainda uma limitação de renda.

O beneficiário tem que pertencer a uma família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

De acordo com a CGU, os valores apresentados no Portal se referem às parcelas disponibilizadas em conta aos beneficiários, não sendo possível afirmar que o recurso foi efetivamente sacado.

Nas situações em que a parcela foi disponibilizada, mas apresentou algum tipo de restrição após atualização da base de dados, são informados dois tipos de observação: “Retido: Avaliação por Divergências Cadastrais” e “Valor Devolvido à União”.

Na página de detalhamento de cada beneficiário, que apresenta as informações cadastrais e as parcelas já disponibilizadas, há um link para encaminhar denúncia diretamente ao Ministério da Cidadania.

Outra possibilidade é indicar, por exemplo, se uma pessoa física específica recebe um benefício indevidamente. Para isso, o Portal também disponibiliza a ferramenta “Fique de Olho!” em cada ficha de detalhamento. Se o beneficiário tiver recebido o crédito da parcela de forma indevida, também está disponível, na ficha de detalhamento, o link para devolução voluntária.

Os interessados em realizar a consulta e conferir os nomes dos beneficiados em Sentinela do Sul, devem acessar o Portal da Transparência, onde é possível detalhar a lista completa do auxílio emergencial com filtros por estado, município e mês. Pelos links abaixo :

http://www.portaltransparencia.gov.br/beneficios/auxilio-emergencial?ordenarPor=beneficiario&direcao=asc

ou

file:///C:/Users/user/Documents/0000000%20Not%C3%ADcia%20-%20SITE/00000%20Pauta%20dia/0000000%20Foto%20dia/1%20Novas%20fotos/SENTINELA.pdf

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?