Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A elevação de casos confirmados e de hospitalizações em leitos de UTI de pacientes com Covid-19 em grande parte das regiões do Estado culminou no indeferimento dos oito pedidos de reconsideração enviados ao mapa preliminar da 31ª rodada do Distanciamento Controlado.  

O Gabinete de Crise optou por manter, no mapa definitivo divulgado nesta segunda-feira 7.12, a classificação em bandeira vermelha (risco epidemiológico alto) em 20 regiões. 

A única região classificada em bandeira laranja (risco epidemiológico médio) é a região de Taquara, com oito municípios. Isso significa que 98% da população gaúcha está situada em cidades cujo nível de contágio é considerado alto. 

Os pedidos de reconsideração foram indeferidos em função da contínua redução de leitos livres e do aumento da ocupação de leitos de UTI nas macrorregiões. Mesmo que algumas regiões tenham apresentado média final menor do que na semana passada, optou-se pela manutenção das restrições mais severas da bandeira vermelha em um esforço para diminuir o contágio nestes 14 dias. 

A região de Guaíba, que fazem parte Tapes, Camaquã e municípios vizinhos, permanecerá com a bandeira vermelha. O crescimento de casos de Covid-19, a lotação dos leitos de UTI e a existências de óbitos nos munícipios da região foram determinantes para o governo manter a região como sendo de alto risco.  

O prefeito de Tapes e presidente do Consórcio Centro Sul de prefeituras, Silvio Rafaeli , afirmou que a decisão não surpreende. Disse que sabia que o recurso da região não seria atendido desta vez, devido ao agravamento da pandemia nos munícipios.  

Rafaeli acredita que a maior mudança será o fechamento das quadras de esportes coletivos. Os ginásios de esportes.  

Para o comércio tapense afirma que não haverá grandes mudanças.  Terá que manter os protocolos como manter o distanciamento entre as mesas de 2 metros, apenas clientes sentados e sem música ao vivo.  

No entanto o prefeito Silvio Rafaeli salienta que uma vez que a cogestão regional do Distanciamento Controlado está suspensa até 14 de dezembro, as bandeiras anunciadas devem ser aplicadas seguindo os protocolos definidos pelo Estado.  

Na região apenas cinco municípios podem adotar protocolos da bandeira laranja. Por não terem tido nenhum caso de óbito e nem hospitalização de moradores. São eles : Arambaré, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Dom Feliciano e Sentinela do Sul. O restante permanece com bandeira vermelha.

Governo do Estado avisou que haveria um endurecimento nas restrições 

A decisão de manter as 20 regiões em bandeira vermelha reforça o alerta emitido pelo governo do Estado desde novembro.  

A equipe que monitora os 11 indicadores do Distanciamento Controlado percebeu piora em todos eles – entre as maiores variações, estão o número de casos de Covid-19 ativos (aumento de 20%), os internados em leitos clínicos com Covid-19 registrados nos últimos sete dias (+15%) e os óbitos nos últimos sete dias (+29%). 

É a primeira vez, em 31 rodadas, que o mapa definitivo tem apenas uma bandeira laranja e 20 regiões vermelhas. A vigência das novas bandeiras se inicia à 0h de terça-feira (8/12) e segue até as 23h59 da segunda-feira seguinte (14/12). 

Uma vez que a cogestão regional do Distanciamento Controlado está suspensa até 14 de dezembro, as bandeiras anunciadas devem ser aplicadas seguindo os protocolos definidos pelo Estado.  

Veja abaixo as mudanças definidas pelo Governo do Estado: 

MUDANÇAS NA BANDEIRA VERMELHA 

Permissão de comércio, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 20h)

  • Permissão de restaurantes, lancherias e bares, sem restrição de dias, mas com restrição de horário (até 22h), clientes somente sentados, com distanciamento de dois metros entre mesas para grupos de até seis pessoas, sem música ao vivo ou ambiente que prejudique a comunicação
  • Permissão de funcionamento de atividades em locais abertos, com controle de acesso, vedado alimentação e bebidas (shows, espetáculos, drive-in, parques de aventura e zoológicos etc.)
  • Vedado o funcionamento de atividades em locais fechados (teatros, cinemas e casas de shows etc.)
  • Vedada a permanência em locais abertos sem controle de público (ruas, praias, parques e praças etc.), permitida apenas circulação ou prática de exercícios físicos
  • Vedados eventos sociais (casamentos, festas, formaturas e aniversários etc.)
  • Vedação do uso de áreas comuns em condomínios e clubes (brinquedos, salões de festas, piscinas, churrasqueiras compartilhadas e quadras etc.)
  • Manutenção das atividades de ensino no modelo híbrido, respeitando aos protocolos nas atividades presenciais
  • Reforço aos protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Demais medidas segmentadas sem alteração.

 Suspensão de eventos e festas de fim de ano 

  • Suspensão de festas e eventos fim de ano, de prefeituras ou de estabelecimentos privados, inclusive em condomínios

 Comércio varejista e atacadista não essencial (rua ou shopping) 

  • 50% de trabalhadores (quando acima de três funcionários)
  • Funcionamento permitido somente até 20h
  • Comércio eletrônico, telentrega, drive-thru, pegue e leve 
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)

 Restaurantes, lanchonetes, bares e lancherias (vedado autosserviço) 

  • 50% de lotação (quando acima de três funcionários)
  • Funcionamento presencial permitido somente até 22h
  • Funcionamento detelentrega, drive-thru, pegue e leve permitido somente até 23h 
  • Apenas clientes sentados em mesas, sem permanência em pé
  • Grupos de no máximo seis pessoas por mesa, com distanciamento de dois metros entre mesas
  • Proibido música ao vivo, permitido apenas música ambiente que não prejudique a comunicação entre clientes
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)

 Serviços de educação física (academias, centros de treinamento, estúdios e similares) 

  • 25% lotação
  • Teto de ocupação de uma pessoa para cada 16m²
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento interpessoal, sem contato físico, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Material individual, sem compartilhamento
  • Esportes coletivos (dois ou mais atletas) exclusivo para atletas profissionais, sem público

 Clubes sociais, esportivos e similares 

  • 25% lotação
  • Teto de ocupação de uma pessoa para cada 16m²
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento interpessoal, sem contato físico, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Material individual, sem compartilhamento
  • Esportes coletivos (dois ou mais atletas) exclusivo para atletas profissionais, sem público
  • Piscina com funcionamento permitido somente para atividade vinculada à manutenção da saúde (natação, hidroginástica e fisioterapia), vedado para lazer
  • Fechamento de áreas comuns, tais como espreguiçadeiras, brinquedos infantis, saunas, quadras, salões de festas, churrasqueiras compartilhadas e demais locais para eventos sociais e de entretenimento
  • Restaurantes, bares, lanchonetes e espaços coletivos de alimentação: conforme protocolo para “Restaurantes, lanchonetes, bares e lancherias (vedado autosserviço)”

 Competições esportivas 

  • 50% trabalhadores
  • Permitidas competições somente de atletas profissionais, sem público.
  • Vedadas competições de atletas amadores.
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento interpessoal, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Atendimento integral da Nota Informativa nº 18 COE SES-RS de 13/8/2020
  • Necessidade de autorização de município-sede

Protocolos que foram incluídos 

 Condomínios prediais, residenciais e comerciais 

  • Fechamento de áreas comuns, como espreguiçadeiras, brinquedos infantis, piscinas, saunas, quadras, salões de festas, churrasqueiras compartilhadas e demais locais para eventos sociais e de entretenimento.
  • Academias com atendimento individualizado ou coabitante, sob agendamento, com ventilação cruzada (janelas e portas abertas) e higienização constante.

 Locais públicos abertos, sem controle de acesso (ruas, calçadas, praias, parques, praças e similares) 

  • Proibido permanência
  • Permitido apenas para circulação e realização de exercícios físicos

Demais protocolos da bandeira vermelha e que não sofreram alteração 

Administração pública 

  • 25% trabalhadores (ou normativa municipal)
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)

 Hotéis, pousadas, alojamentos e similares 

  • Estabelecimentos com Selo Turismo Responsável doMTur: 60% de lotação 
  • Estabelecimentos sem o Selo Turismo Responsável doMTur: 40% de lotação 
  • Estabelecimentos com até 10 habitações/unidades isoladas: 60% de lotação
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, distanciamento, álcool gel e ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Fechamento de áreas comuns, como espreguiçadeiras, brinquedos infantis, piscinas, saunas, quadras, salões de festas, churrasqueiras compartilhadas e demais locais para eventos sociais e de entretenimento
  • Restaurantes, bares, lanchonetes e espaços coletivos de alimentação: conforme protocolo para “Restaurantes, lanchonetes, bares e lancherias (vedado autosserviço)”

 Instituições de ensino 

  • Ensino híbrido: remoto e presencial
  • 50% alunos por sala de aula
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre alunos, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Materiais individuais
  • Vedadas atividades coletivas que envolvam aglomeração ou contato físico

 Indústria 

  • 75% trabalhadores
  • Teletrabalho e trabalho presencial
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Restaurantes, bares, lanchonetes e espaços coletivos de alimentação: conforme protocolo para “Restaurantes, lanchonetes, bares e lancherias (vedado autosserviço)”

 Missas e serviços religiosos 

  • Ou máximo de 30 pessoas ou máxima de 10% de lotação
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)
  • Proibido o consumo de alimentos e bebidas 

Transporte rodoviário fretado de passageiros 
Transporte rodoviário de passageiros (intermunicipal, tipo comum, semidireto, direto, executivo ou seletivo) e Transporte rodoviário de passageiros (interestadual) 

  • 50% assentos (janela) 
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação cruzada (janelas e/ou alçapão abertos) ou sistema de renovação de ar

 Serviços domésticos (faxineiros, cozinheiros, motoristas, babás, jardineiros e similares) 

  • Fechado

 Bancos, lotéricas e similares 

  • 50% trabalhadores (ou normativa municipal)
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas abertas)

Atividades administrativas dos serviços sociais autônomos 
Imobiliárias e similares e Serviços de auditoria, consultoria, engenharia, arquitetura, publicidade e outros 

  • 25% trabalhadores
  • Teletrabalho ou trabalho presencial
  • Sem atendimento ao público presencial, apenas teleatendimento
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)

 Serviços profissionais de advocacia e de contabilidade 

  • 50% trabalhadores
  • Teletrabalho ou trabalho presencial
  • Atendimento individualizado, sob agendamento
  • Protocolos gerais, em especial: máscara, álcool gel e distanciamento lateral e frontal entre grupos de coabitantes, ventilação natural cruzada (janelas e portas abertas)

Com informações Agência Notícias do RS 

 

 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?