Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

O governo Bolsonaro pretende cortar benefícios aos pescadores sob o pretexto de supostamente liberar recursos para o Bolsa Família

O governo estuda diminuir os recursos do seguro-defeso, auxílio pago ao pescador artesanal durante o período em que ele fica impedido de exercer a atividade por causa da preservação das espécies, alegando que vai transferir esses recursos para o programa Bolsa Família.

A ideia do Ministério da Economia é que o seguro deixe de ter caráter unicamente trabalhista e passe a ser um programa de transferência de renda para os pescadores mais dependentes da atividade, informa reportagem de Thiago Resende e Fábio Pupo na Folha de S.Paulo.

 O gasto anual do governo com esse item é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões.

Para aumentar os repasses ao Bolsa Família, o governo federal estuda mudanças nas regras do seguro-defeso — auxílio pago ao pescador artesanal durante o período em que ele fica impedido de exercer a atividade por causa da preservação das espécies.

O Ministério da Economia quer reduzir despesas ao transformar esse seguro num benefício condicionado à renda da família.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?