Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

O tradicional evento ocorreu na noite desta sexta-feira com a presença de grande público em Tapes.

O jantar é uma forma de divulgar a cultura africana e a miscigenação com a cultura gaúcha  onde muitas etnias arrancadas da África com o tempo se estabeleceram e trouxeram junto seus orixás criando aqui muitos terreiros de diversas nações africanas.

O evento iniciou ás 20h com apresentação do grupo de dança afro que é coordenado pelo professor Diéverton Silva.

Logo após a professora Cíntia Mara Gonçalves apresentou histórias da cultura africana contadas a partir da bonecas Abayomi.

O presidente da AFOT Associação da Festa da Oxum fez uma fala relatando a importância do jantar para a comunidade negra de Tapes e para a valorização da cultura afro brasileira. Alexandre Wandam também relatou o trabalho da entidade no resgate da luta contra a intolerância e o racismo.

Outra atração foi o cardápio com pratos de origem africana como Amalá, Acarajé, Arroz de Preto ( Dende), feijão mexido, buffet de saladas e de frutas. Além de churrasco, arroz tradicional e outros pratos da culinária gaúcha. Os doces ambrosia , canjica e quindim foram servidos como sobremesa.

O Clube Aliança lotou. Todos os ingressos foram vendidos. Mostrando o sucesso do evento que envolveu dezenas de pessoas em sua organização.

Nesta edição o jantar Afro Tchê teve o Ilê coordenado pela Ya Jandira de Yemanjá como responsável pela elaboração das comidas e as terreiras comandadas pelos caciques Mãe Cristina e Pai Ademilson responsáveis pela decoração do espaço. Além dos integrantes da diretoria da AFOT.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?