Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Durante a tarde desta terça-feira (31), o Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) concluiu o exame realizado com amostra coletada de Valdemar Trintin, de 81 anos.

O idoso, morador de Camaquã, havia tido sua morte registrada como “Morte por Covid-19”, de acordo com a certidão de óbito.

A certidão foi assinada por médico do Hospital Universitário de Canoas que não teve seu nome divulgado.

O resultado da análise feita pelo Lacen foi contrária ao diagnóstico do médico responsável e, desta forma, descartou a morte por Covid-19.

Em nota divulgada pela secretaria de Saúde do município de Canoas, cidade onde ocorreu o óbito “foi identificado um equívoco do funcionário do Hospital Universitário, que, zeloso com os familiares e com os encaminhamentos funerários, atestou a causa morte sem a conclusão laboratorial. O fato já foi devidamente apontado e corrigido”.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?