Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Os vereadores de oposição foram até o Ministério Público de Tapes denunciar que a prefeitura teria cometido irregularidades no uso de recursos para combate a pandemia do Covid 19.

Os vereadores Eduardo Sinchem (DEM) e Marcus Vigolo (PP) foram autores da denúncia. O principal foco da ação seria o Ambulatório montado para atendimento especial ao Covid 19, ao lado do hospital Nossa Senhora do Carmo.

Na época a ação dos vereadores de oposição de uso irregular destes recursos gerou intenso debate nas redes sociais. Causando inclusive indignação nos servidores da saúde que atuam no combate a Covid-19.

Muitos acabaram ofendidos com a ação dos vereadores que não se informaram corretamente e no afã de fazer política em período eleitoral, acabaram desrespeitando o esforço e o trabalho dos funcionários da saúde que estão na linha de frente ao combate a pandemia no município.

Porém o Ministério Público não comprovou nenhuma irregularidade na contratação do serviço, e no analisar o caso afirmou em documento que a prefeitura cumpriu tudo legalmente, assim como a empresa contratada que cobrou o valor justo pelo serviço.

O Ministério Público ainda ressaltou a atitude do município em buscar baixar o valor contratado, comportamento esse que contradiz qualquer suspeita de improbidade ou irregularidade.

Os vereadores Eduardo Simchem e Marcus Vigolo  não comentaram a decisão do Ministério Público.

Abaixo a decisão do MP na integra :

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?