Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A Polícia Civil de Tapes com apoio da DP de Camaquã realizou no comércio de Tapes nesta sexta-feira 12.03 operação de fiscalização. Em razão da bandeira preta, serviços não essenciais não possuem autorização para atendimento ao público. 

Vários estabelecimentos foram flagrados funcionando normalmente apesar das medidas impostas pelo modelo de distanciamento controlado determinados pelas restrições da bandeira preta.  

Pelo decreto estadual, reforçado pelo municipal, nos serviços em geral, restaurantes (à la carte ou com prato feito) podem funcionar apenas com tele-entrega e pague e leve, e 25% da equipe de trabalhadores. Essa definição também vale para lanchonetes, lancherias e bares. Salões de cabeleireiro e barbeiro permanecem fechados, assim como serviços domésticos. 

O comércio atacadista e varejista de itens essenciais, seja na rua ou em centros comerciais e shoppings, pode funcionar de forma presencial, mas com restrições – respeito a um distanciamento maior entre as pessoas.  

O comércio de veículos, o comércio atacadista e varejista não essencial, tanto de rua como em centros comerciais e shoppings, ficam fechados. 

Durante fiscalização na manhã desta sexta-feira vários estabelecimentos foram flagrados funcionando normalmente.  

Os proprietários foram identificados e devem responder penalmente pelo descumprimento das medidas impostas pelo modelo de distanciamento controlado do Governo do Estado. 

Foto: Polícia Civil 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?