Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira 30.07 a prefeitura de Chuvisca anunciou a suspensão de uma vacinadora é suspeita de fraudar na vacinação contra o Covid-19. 

A nota assinada pela assessora jurídica da prefeitura afirma que a fraude foi descoberta pela Secretaria de Saúde do município ainda em abril.  

Porém a investigação seguiu em sigilo para evitar especulações e ações que pudessem interferir na apuração dos fatos.      

Segundo foi apurado a técnica de enfermagem estava desviando vacinas que foram utilizadas para imunizar pessoas de sua relação que moravam em outros municípios.  

Um irmão morador de Arambaré foi o primeiro caso investigado. Mas também ficou comprovado que outros familiares, compadres e afilhados da servidora foram imunizados com as vacinas desviadas.  

Ao todo 8 pessoas estão entre as que receberam a vacina de forma irregular.  

No dia 26 de julho a Comissão de Sindicâncias e Processo Administrativo da prefeitura de Chuvisca concluiu o processo e opinou pela demissão da servidora.  

No dia 27 de julho, a assessoria jurídica emitiu parecer de legalidade do procedimento e o prefeito Joel Subda homologou a demissão. 

O nome da técnica de enfermagem envolvida no caso não foi divulgado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Portal A Notícia se financia por meio da sua própria comunidade de leitores. Nossos conteúdos são abertos a todos e todas leitoras, mas você pode apoiar através de assinaturas solidárias. Veja como:

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?