Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

Conhecido pelo apelido de Tio Ranho, o tapense Lucian Gonçalves da Silva, de 30 anos, foi executado em Camaquã após sair do presidio.

O crime aconteceu por volta das 19h30, na Rua Dr. Walter Kess, bairro Centenário, poucas quadras do presídio.

No dia 20 de fevereiro, Lucian havia sido preso em operação da Polícia Civil de Tapes ocorrida no Loteamento Wolff.

Denominada “Operação Folia” a ação da polícia civil prendeu além de Lucian mais três homens e uma mulher por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

Nesta quarta-feira, 04.02, ele havia recebido alvará de soltura e ao sair do Presídio Estadual de Camaquã foi perseguido e assassinado, com seis tiros de arma de fogo.

O atirador não foi localizado ainda. O local do crime foi isolado e a BM faz buscas na região.

A polícia não descarta dessentimento entre facções que atuam no tráfico na cidade de Tapes como sendo motivo do crime.

 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?