Aviso no Topo do Site
Acompanhe as últimas notícias de Tapes e Região.

A Assembleia Legislativa elegeu na manhã desta segunda-feira (3) a nova Mesa Diretora que estará à frente do Parlamento gaúcho no segundo ano da 55ª Legislatura.

Por 50 votos favoráveis e um contrário foram eleitos para presidente, o deputado Ernani Polo (PP), para 1º vice-presidente, o deputado Zé Nunes (PT), 2ª vice-presidente, a deputada Franciane Bayer (PSB), 1º secretário, o deputado Gabriel Souza (MDB), 2º Secretário, o deputado Dirceu Franciscon (PTB), 3ª Secretária, a deputada Zilá Breitenbach (PSDB) e 4º secretário, deputado Luiz Marenco (PDT).

O Regimento Interno da Casa estabelece que a Mesa Diretora seja eleita para um período de dois anos, mas um acordo pluripartidário vem garantindo, ao longo da Legislatura, o revezamento da presidência entre as quatro maiores bancadas, com um ano para cada presidente.

Ao presidente da AL cabe, entre outras atribuições, dirigir e representar a AL, presidir e convocar as sessões plenárias, presidir e convocar as reuniões da Mesa, substituir o governador nos casos previstos na Constituição do Estado. Os vice-presidentes, pela ordem, substituem o presidente nas ausências eventuais e impedimentos. O 1º secretário, entre outras atividades, é responsável pela autorização de despesas e pela fiscalização da publicação do Diário Oficial da Assembleia. Pode delegar competências aos demais secretários, e será substituído em caso de necessidade pelos demais secretários, conforme a numeração ordinal.

O deputado Zé Nunes, que em 2015 já ocupou a Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro secretário, recorda que aquele foi um ano de muitas mudanças, como a implantação do sistema eletrônico de controle dos mandatos, algo bastante difícil na época. Agora Zé Nunes assume a 1ª vice-presidência, buscando garantir a governabilidade. “Precisamos de uma gestão em que todos os partidos se sintam representados, independente da corrente ideológica”, defende.

Para o deputado, esse será um trabalho de gestão e de representação institucional. “Já realizamos diversas reuniões com o presidente, e temos várias pautas de atuação conjunta, como a agricultura, a energia e o desenvolvimento. Aliás, uma de nossas ações é a realização de um conjunto de debates, avaliando o diagnóstico dos potenciais para ao desenvolvimento”, projeta.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?